Foco e escopo

Estudos acadêmicos sobre o esoterismo ocidental a partir da América Latina. Revista do Centro de Estudos sobre o Esoterismo Ocidental / UNASUL

Melancolia é a primeira publicação internacional dedicada ao estudo acadêmico do Esoterismo Ocidental, como um fenômeno histórico-cultural, principalmente dentro e vindo da América Latina, voltado para a comunidade acadêmica internacional.

Por esoterismo ocidental entendemos uma área de estudos específica vinculada à magia, hermetismo, “filosofia oculta”, cabala judia, cabala cristã, magia astral, tarô, astrologia(s), alquimia(s), paracelsismo, rosacrucianismo, gnosticismo(s), maçonaria, esoterismo(s) na arte, literatura e música, teosofia(s) ocultismo(s), mesmerismo, neo-paganismo(s), antroposofia e espiritismo(s).

Embora os limites temporais do esoterismo possam ser situados a partir do século XVI, até a atualidade, suas raízes se estendem pelos séculos precedentes (caracterizados tradicionalmente como período medieval, antiguidade tardia e antiguidade clássica). Da mesma forma, ainda que as fronteiras geográficas de nosso objeto de estudo se circunscrevam ao ocidente, mantemos um olhar aberto a outros fenômenos culturais que extrapolem estes limites, sempre que se possa demonstrar alguma relação histórica.

Centrados na produção histórica, na reflexão teórico-metodológica e na crítica historiográfica, espera-se que os trabalhos publicados sejam investigações históricas originais; a revista pretende também constituir-se em lugar propício ao debate interdisciplinar entre propostas alternativas, complementares ou diferentes. Finalmente, outros enfoques acadêmicos, provenientes da sociologia, da história das religiões, história da arte, história da ciência, literatura e letras, musicologia, filosofia e estudos culturais, são igualmente aceitos. Da mesma forma, embora privilegiando os idiomas espanhol e português, os artigos também serão admitidos em inglês, francês ou italiano.

Em resumo, Melancolia é a revista do Centro de Estudos sobre o Esoterismo Ocidental da UNASUL, cuja meta é continuar fortalecendo os laços entre os investigadores latinoamericanos dedicados ao estudo do esoterismo entendido como fenômeno cultural da tradição ocidental, buscando comunicar, difundir, posicionar e projetar as linhas de pesquisa, os grupos de investigação e outras novidades (editoriais, seminários, cursos, congressos, defesas de teses) produzidas sobre nosso objeto de estudo na área acadêmica latinoamericana.

Políticas de seção

ARTIGOS

Deben ser textos que den cuenta de investigaciones originales, respetando los más altos estándares de calidad científica y las normas de publicación brindadas.

• Verificado Submissões abertas | • Verificado Indexado | • Verificado Avaliado pelos pares

DOSSIÊ

Reúne artigos que versam sobre um mesmo problema. Sua temática será definida entre os Diretores e o Comitê Editorial. Melancolia também aceita a proposição de dossiês por investigadores externos à revista.

Quem propuser uma exposição desse tipo deverá comunicar o nome do(s) coordenador(es), a temática que abordará e um breve curriculum vitae do coordenador e dos integrantes que participarão da publicação. A chamada para recepção de propostas permanecerá aberta o ano todo. Em todo caso, os trabalhos enviados devem observar obrigatoriamente as normas de publicação da revista.

• Verificado Submissões abertas | • Verificado Indexado | • Verificado Avaliado pelos pares

TEMÁTICA LIVRE

Constituída pelos artigos de temática livre que abordem algum problema concreto vinculado à história do esoterismo ocidental. Deverão comportar uma adequada atualização bibliográfica, o conhecimento de diversos arquivos documentais e produção a partir de pesquisa em curso. A revista informará as datas em que serão abertas as chamadas para recepção de artigos. Os trabalhos enviados devem observar obrigatoriamente às normas de publicação da revista.

• Verificado Submissões abertas | • Verificado Indexado | • Verificado Avaliado pelos pares

METODOLOGIA

Nesta seção se incluem textos que remetam a autores e questões metodológicas. Serão considerados artigos que abordem a problemática específica que apresentam determinadas fontes, assim como a disponibilidade e o acesso às mesmas em arquivos documentais. Os artigos enviados devem observar obrigatoriamente às normas de publicação da revista.

• Verificado Submissões abertas | • Verificado Indexado | • Verificado Avaliado pelos pares

RESENHA DE LIVROS

Nesta seção serão publicados comentários sobre livros da área específica e afins, oriundas das ciências sociais e humanas, que tratem sobre a história do esoterismo, e que não excedam os dois anos de publicação.

• Verificado Submissões abertas | • Verificado Indexado | • Verificado Avaliado pelos pares

PROJEÇÕES

Espaço destinado à difusão. Inclui entrevistas, debates e trabalhos de pós-graduação (Mestrado, Doutorado) defendidas no último ano. Os artigos devem observar obrigatoriamente as normas de publicação da revista.

• Verificado Submissões abertas | • Verificado Indexado | • Verificado Avaliado pelos pares

Processo de avaliação pelos pares

Melancolia é uma revista arbitrada no sistema duplo-cego, onde o autor não conhece a identidade de seu avaliador e os avaliadores não conhecem a identidade do autor.

Todos os artigos são revisados pelo Comitê Editorial, que verifica o cabal cumprimento dos critérios informados nas instruções. Em caso de não cumprimento de qualquer das exigências, o(s) autor(es) serão informados. O processo de avaliação será realizado por dois especialistas, mantido o anonimato de árbitros e autores. Em nenhum caso o avaliador pertencerá à mesma instituição do acadêmico que apresenta a proposta.

Uma vez recebidos os comentários/sugestões emitidas pelos avaliadores externos, o artigo pode ser aceito em definitivo, com ajustes ou recusado. Em qualquer destes casos, o autor será notificado da decisão por e-mail. 

No caso em que sejam solicitadas alterações, o autor deve providenciá-las num prazo não superior a 15 dias, contados da notificação. Após este prazo o artigo será considerado recusado.

A revista tem prazo de até 60 (sessenta) dias para notificar o autor sobre a avaliação de seu artigo. Uma vez aceitos, os artigos passam por um processo de correção formal, não de conteúdo, respeitando o estilo do autor.

Os autores, ao aceitar a publicação de seu artigo, cedem automaticamente à Melancolia os direitos autorais de seu trabalho e autorizam sua difusão por meio eletrônico.

Periodicidade

A revista é publicada anualmente, todo mês de dezembro. Todos os artigos recebidos devem se adequar às normas da revista, como condição prévia para sua avaliação científica pelo sistema de revisão por pares, à cargo de especialistas de reconhecido prestígio na matéria.

Política de acesso livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona um maior intercâmbio mundial do conhecimento.

Código de Ética

O objetivo deste Código de ética é ratificar o compromisso da Revista Melancolia. Revista de História do Centro de Estudos sobre Esoterismo Ocidental da UNASUL por preservar e promover o cumprimento dos regulamentos sobre boas práticas na produção científica. Por tanto, o código que será exposto abaixo inclui todos os que compõem a revista: Equipe editorial, avaliadores/comitês científicos e autores.

O código apresentado aqui é regido pelos padrões propostos nas Best Practice Guidelines for Journals Editors, do Committee on Publication Ethics (COPE), de reconhecimento internacional disponíveis em:  https://publicationethics.org/. 

I.                     EDITORES

1.    Deveres e responsabilidades gerais dos editores.

. Os manuscritos serão avaliados apenas por seu mérito e originalidade intelectual, independentemente da raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, etnia, cidadania, afiliação institucional ou filosofia política do autor.

. Sob nenhuma circunstância os padrões acadêmicos serão afetados por interesses políticos e econômicos.

. Serão levadas em consideração as diversas demandas expressadas por autores y leitores.

. Esforços serão feitos para melhorar constantemente a revista e a qualidade do que é publicado com o apoio dos autores, leitores, avaliadores y consultores.

. A proteção da liberdade de expressão e de opinião é garantida.

. A integridade dos trabalhos científicos publicados será respeitada

. Serão impedidos laços pessoais, interesse econômicos ou ideológicos de comprometer os padrões intelectuais e éticos propostos pela revista

. Sempre haverá uma disposição para publicar as correções, esclarecimentos, retratações e desculpas necessárias.

. A revista compromete-se a prestar atenção especial á identificação se sanção de casos de plágio. Qualquer manuscrito encontrado semelhante a outro trabalho já publicado será removido da revista oi será excluído da publicação.

. Será incentivado o progresso da pesquisa e a construção de novos conhecimentos a partir de um sistema de avaliadores externos (revisão por pares).

. Contribui para erradicar o uso de más práticas e comportamentos inadequados na seleção, avaliação e publicação dos resultados da pesquisa.

. A clareza das instruções para os envios dos autores, que incluem este Código de ética, será garantida.

. A integridade dos dados acadêmicos será mantida, prevenindo e atuando ativamente contra o plágio e a disseminação de dados fraudulentos.

2.    Relacionamento entre autores e editores

. Todos os artigos publicados em Melancolia. Revista de História do Centro de Estudos sobre o Esoterismo Ocidental/UNASUL são revisados por avaliadores externos á Equipe Editorial, pesquisadores e professores com experiência reconhecida e demonstrável no campo, sob uma política rígida de imparcialidade e objetividade; isso se aplica com igual o rigor aos textos enviados pelos membros do Equipe Editorial.

. Os editores comprometem-se a revisar os textos antes da publicação de uma nova edição, a fim de garantir o cumprimento das normas de publicação e os requisitos de originalidade e relevância científica estabelecida pela revista.

. A menção precisa dos autores, seu vínculo científico e/ou acadêmico, bem como a inclusão obrigatória de um breve curriculum vitae, onde são respeitadas as principais atividades realizadas pelo autor.

. São feitas tentativas para responder a sugestões e reclamações feitas pelos leitores.

II.                  RESPONSABILIDADES DOS AUTORES

. Dar certeza que o manuscrito enviado não está sendo considerado ou aceito para sua publicação em outra revista. Se houver seções do seu conteúdo que correspondam ao conteúdo de um trabalho publicado ou enviado, você deve citar as fontes adequadamente.

. Os membros que se renovarem na equipe editorial não poderão alterar decisões adotadas anteriormente em relação á publicação de obras já aceitas, a menos que sejam encontrados problemas processuais.

. Como o procedimento de recebimento, seleção e avaliação de originais (através dos Estatutos e Regras de Publicação devidamente atualizados da revista) deve ser publicado, a fim de observar qualquer desvio ou má prática em relação ao processo descrito

. Os autores são obrigados a realizar as correções que procedem quando indicado.

. Obtenha a permissão correspondente para reproduzir fontes documentais.

. As datas de recepção e aceitação de todos os artigos publicados serão incluídas.

. As políticas da revista e suas regras para autores fornecerão todas as informações necessárias sobre como apresentar seus originais, seus critérios de seleção e os procedimentos de avaliação, edição e publicação.

. Quando um autor detecta um erro significativo em seu trabalho, seja um trabalho publicado ou em processo de avaliação, deve levar essas informações á atenção dos editores e cooperar com eles para corrigir o problema.

. Serão feitos esforços para atualizar, melhorar e expandir a lista de potenciais avaliadores

. As alterações e sugestões feitas pelos avaliadores serão enviadas aos autores, respeitando a devida confidencialidade e evitando incluir comentários pessoais que possam ser ofensivos ou desqualificantes.

 

São considerados más condutas cientificas:

Nos autores:

. Plágio: Copiar substancialmente as obras e ideias de outras pessoas, fornecendo-as como suas.

. Duplicação total ou parcial da pesquisa: sempre que o mesmo é publicado e o título ou resumo de um trabalho é alterado, quando a parte teórica é mantida e a demonstração da hipótese é modificada, quando o mesmo trabalho é traduzido para outro publicado, entre outros, e considerar: citar fontes sem ter lido; não corrigir interpretações errôneas dos dados observados em outros artigos; omitir dados que contradizem uma investigação própria; liberar resultados científicos prematuramente, antes da revisão por pares; mantenha em segredo conclusões de uma investigação por vários anos; não compartilhe dados e métodos que permitiram a outros reexaminar ou replicar experimentos ou conduzir novas pesquisas; credenciar autorias falsas ou com base em critérios diferentes da contribuição para o trabalho; trocar citações entre colegas sem ter participado do estudo ou do artigo.

Nos editores:

. Tente adicionar citações a artigos publicados em sua revista á bibliografia citada nos artigos referidos com objeto de aumentar seu SJR (Scimago Journal Rank) ou seu FI (Factor de Impacto).

. Aceitação de artigos porque apresentam vieses favoráveis aos produtos dos anunciantes.

Nos avaliadores

. Aceitar a avaliação de um trabalho se você não tiver o tempo necessário para cumprir com a submissão da arbitragem em um tempo considerado que a comunicação ao autor da aceitação ou rejeição do seu trabalho não atrasa o diário.

. Falha em notificar o comitê editorial da revista se o texto em avaliação contiver dados plagiados ou manipulados, bem como encontrar alguma similaridade importante entre o artigo a ser avaliado e outro artigo já publicado u em processo de avaliação em outra revista.

Política de Plágio

. Todas as contribuições devem ser originais e inéditas. Os signatários serão os responsáveis por garantir que sua contribuição atenda a esses requisitos.

. A revista rejeita os artigos que sejam plágio.

. Os revisores de artigos recebem instruções sobre como detectar um possível plágio. A equipe editorial analisa ativamente o possível plágio nos artigos submetidos.

. Se uma versão anterior de um artigo foi publicada anteriormente, isso deve ser expressamente indicado nas notas. A nova versão deve ter inovações substanciais que motivam sua recuperação. 

Você quer publicar ou obter mais informações?

indexada

Melancolia

Melancolia surge em 2016 como a revista oficial anual do Centro de Estudos sobre o Esoterismo Ocidental da União de Nações Sulamericanas (CEEO-UNASUL http://ceeo-unasur.blogspot.com.ar). O centro foi criado em agosto de 2011 por seu atual diretor, Dr. Juan Pablo Bubello, a partir de sua experiência de pesquisa em sua tese de doutorado e de sua atuação como docente e investigador da Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires. O centro também conta com uma newsletter semestral destinada à publicação de notícias, entrevistas e informação, tanto para o público especializado quanto para o público em geral. Para maiores informações, visite o site do CEEO-UNASUL ou nossa página no Facebook.

Endereço postal

Revista Melancolia - Revista do CEEO - Unasur Universidade Federal de Santa Maria Av. Roraima nº 1000 CCSH – Prédio 74A – Sala 108 Cidade Universitária - Bairro Camobi Santa Maria - RS CEP: 97105-900

Contato principal

Dr. Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior. Director de la revista. Universidade Federal de Santa Maria. Email: francisco.mendonca@revistamelancolia.com

Contato para suporte técnico

Mgr. Mariano Villalba. Email: mariano.villalba@revistamelancolia.com

Melancolia é uma publicação oficial do Centro de Estudos sobre o Esoterismo Ocidental da Unasul.
E-mail: melancolia@revistamelancolia.com | Site: www.revistamelancolia.com
ISSN 2526-1096

Website Design by DataWeb.